Esta tradução fornecida pelo StrongLoop / IBM.

Este documento pode estar desatualizado em relação à documentação em Inglês. Para obter as atualizações mais recentes, consulte a documentação em Inglês.

Gerenciadores de processos para aplicativos do Express

Ao executar aplicativos do Express para produção, é útil usar um gerenciador de processos para completar as seguintes tarefas:

Um gerenciador de processos é de certa forma parecido com um servidor de aplicativos: ele é um “contêiner” para aplicativos que facilita a implementação, fornece alta disponibilidade, e permite o gerenciamento do aplicativo em tempo real.

Os gerenciadores de processos mais populares para o Express e outros aplicativos Node.js são os seguintes:

Usar qualquer uma dessas três ferramentas pode ser muito útil, entretanto o StrongLoop Process Manager é a única ferramenta que fornece uma solução abrangente de tempo de execução e implementação que é atende ao ciclo de vida completo de aplicativos do Node.js, com ferramentas para todas as etapas antes e depois da produção, em uma interface unificada.

Aqui está uma breve visão de cada uma dessas ferramentas. Para obter uma comparação detalhada, consulte http://strong-pm.io/compare/.

StrongLoop Process Manager

O StrongLoop Process Manager (StrongLoop PM) é um gerenciador de processos para aplicativos do Node.js. O StrongLoop PM possui balanceamento de carga, monitoramento, e implementação em múltiplos hosts integrada, e um console gráfico. É possível usar o StrongLoop PM para as seguintes tarefas:

É possível trabalhar com o StrongLoop PM usando uma poderosa ferramenta de interface da linha de comandos chamada slc, ou uma ferramenta gráfica chamada Arc. A Arc é um software livre, com suporte profissional fornecido pelo StrongLoop.

Para obter mais informações, consulte http://strong-pm.io/.

Documentação completa:

Instalação


$ [sudo] npm install -g strongloop

Uso Básico


$ cd my-app
$ slc start

Visualizar o status do Gerenciador de Processos e todos os aplicativos implementados:


$ slc ctl
Service ID: 1
Service Name: my-app
Environment variables:
  No environment variables defined
Instances:
    Version  Agent version  Cluster size
     4.1.13      1.5.14           4
Processes:
        ID      PID   WID  Listening Ports  Tracking objects?  CPU profiling?
    1.1.57692  57692   0
    1.1.57693  57693   1     0.0.0.0:3001
    1.1.57694  57694   2     0.0.0.0:3001
    1.1.57695  57695   3     0.0.0.0:3001
    1.1.57696  57696   4     0.0.0.0:3001

Listar todos os aplicativos (serviços) sendo gerenciados:


$ slc ctl ls
Id          Name         Scale
 1          my-app       1

Parar um aplicativo:


$ slc ctl stop my-app

Reiniciar um aplicativo:


$ slc ctl restart my-app

É possível também fazer uma “reinicialização leve,” que dá aos processos de trabalho um período de tolerância para fechar conexões existentes, e em seguida reiniciar o aplicativo atual:


$ slc ctl soft-restart my-app

Para remover um aplicativo do gerenciamento:


$ slc ctl remove my-app

PM2

O PM2 é um gerenciador de processos de produção para aplicativos do Node.js, que possui um balanceador de carga integrado. O PM2 permite manter os aplicativos ativos para sempre e recarregá-los sem tempo de inatividade, e facilitará tarefas comuns de administração de sistemas. O PM2 também permite que você gerencie o registro de logs, o monitoramento, e a clusterização do aplicativo.

Para obter mais informações, consulte: https://github.com/Unitech/pm2.

Instalação


$ [sudo] npm install pm2 -g

Uso Básico

Ao iniciar um aplicativo usando o comando pm2, você deve especificar o caminho do aplicativo. No entanto, ao parar, reiniciar, ou excluir um aplicativo, é possível especificar apenas o nome ou o id do aplicativo.


$ pm2 start app.js
[PM2] restartProcessId process id 0
┌──────────┬────┬──────┬───────┬────────┬─────────┬────────┬─────────────┬──────────┐
│ App name │ id │ mode │ pid   │ status │ restart │ uptime │ memory      │ watching │
├──────────┼────┼──────┼───────┼────────┼─────────┼────────┼─────────────┼──────────┤
│ my-app   │ 0  │ fork │ 64029 │ online │ 1       │ 0s     │ 17.816 MB   │ disabled │
└──────────┴────┴──────┴───────┴────────┴─────────┴────────┴─────────────┴──────────┘
 Use the `pm2 show <id|name>` command to get more details about an app.

Ao iniciar um aplicativo usando o comando pm2, o aplicativo será imediatamente enviado para o segundo plano. É possível controlar os aplicativos em segundo plano a partir da linha de comandos usando vários comandos pm2.

Após um aplicativo ser iniciado usando o comando pm2, ele é registrado na lista de processos do PM2 com um ID. É possível portanto gerenciar aplicativos com o mesmo nome a partir de diretórios diferentes no sistema, usando os seus IDs.

Observe que se mais de um aplicativo com o mesmo nome estiver executando, os comandos do pm2 afetam todos eles. Portanto use os IDs ao invés dos nomes para gerenciar aplicativos individualmente.

Listar todos os processos em execução:


$ pm2 list

Parar um aplicativo:


$ pm2 stop 0

Reiniciar um aplicativo:


$ pm2 restart 0

Para visualizar informações detalhadas sobre um aplicativo:


$ pm2 show 0

Para remover um aplicativo do registro do PM2:


$ pm2 delete 0

Forever

Forever é uma ferramenta simples de interface da linha de comandos para assegurar que um dado script executa continuamente (para sempre). A interface simples do Forever torna-o ideal para a execução de implementações menores dos aplicativos e scripts do Node.js.

Para obter mais informações, consulte: https://github.com/foreverjs/forever.

Instalação


$ [sudo] npm install forever -g

Uso Básico

Para iniciar um script, use o comando forever start e especifique o caminho do script:


$ forever start script.js

Este comando irá executar o script em modo daemon (no segundo plano).

Para executar o script de forma que ele seja anexado ao terminal, omita start:


$ forever script.js

É uma boa ideia registrar os logs da saída da ferramenta Forever e do script usando as opções de log -l, -o, e -e, como mostradas nesse exemplo:


$ forever start -l forever.log -o out.log -e err.log script.js

Para visualizar a lista de scripts que foram iniciados pelo Forever:


$ forever list

Para parar um script que foi iniciado pelo Forever use o comando forever stop e especifique o índice do processo (conforme listado pelo comando forever list).


$ forever stop 1

Alternativamente, especifique o caminho do arquivo:


$ forever stop script.js

Para parar todos os scripts que foram iniciados pelo Forever:


$ forever stopall

O Forever possui muitas outras opções, e ele também fornece uma API programática.