Esta tradução fornecida pelo StrongLoop / IBM.

Este documento pode estar desatualizado em relação à documentação em Inglês. Para obter as atualizações mais recentes, consulte a documentação em Inglês.

Depurando o Express

O Express usa o módulo de depuração internamente para registrar informações de log sobre a correspondência de rotas, as funções middleware que estão em uso, o modo de aplicativo, e o fluxo do ciclo solicitação-resposta.

O debug é como uma versão aumentada do console.log mas, diferente do console.log, não é preciso comentar os logs de debug no código na produção. O registro de logs está desligado por padrão e podem ser ligados condicionadamente usando a variável de ambiente DEBUG.

Para ver todos os logs interno usados no Express, configure a variável de ambiente DEBUG para express:* ao ativar seu aplicativo.


$ DEBUG=express:* node index.js

No Windows, use o comando correspondente.


> set DEBUG=express:* & node index.js

Executar este comando no aplicativo padrão gerado pelo express generator imprime a seguinte saída:


$ DEBUG=express:* node ./bin/www
  express:router:route new / +0ms
  express:router:layer new / +1ms
  express:router:route get / +1ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router:route new / +1ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router:route get / +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:application compile etag weak +1ms
  express:application compile query parser extended +0ms
  express:application compile trust proxy false +0ms
  express:application booting in development mode +1ms
  express:router use / query +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / expressInit +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / favicon +1ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / logger +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / jsonParser +0ms
  express:router:layer new / +1ms
  express:router use / urlencodedParser +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / cookieParser +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / stylus +90ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / serveStatic +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / router +0ms
  express:router:layer new / +1ms
  express:router use /users router +0ms
  express:router:layer new /users +0ms
  express:router use / <anonymous> +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / <anonymous> +0ms
  express:router:layer new / +0ms
  express:router use / <anonymous> +0ms
  express:router:layer new / +0ms

Quando uma solicitação é feita em seguida para o aplicativo, você verá os logs especificados no código do Express:


  express:router dispatching GET / +4h
  express:router query  : / +2ms
  express:router expressInit  : / +0ms
  express:router favicon  : / +0ms
  express:router logger  : / +1ms
  express:router jsonParser  : / +0ms
  express:router urlencodedParser  : / +1ms
  express:router cookieParser  : / +0ms
  express:router stylus  : / +0ms
  express:router serveStatic  : / +2ms
  express:router router  : / +2ms
  express:router dispatching GET / +1ms
  express:view lookup "index.pug" +338ms
  express:view stat "/projects/example/views/index.pug" +0ms
  express:view render "/projects/example/views/index.pug" +1ms

Para ver os logs apenas da implementação do roteador configure o valor de DEBUG para express:router. Do mesmo modo, para ver os logs apenas da implementação do aplicativo configure o valor de DEBUG para express:application, e assim por diante.

Aplicativos gerados pelo express

Um aplicativo gerado pelo comando express também usa o módulo de debug e o seu namespace de depuração está com o escopo definido para o nome do aplicativo.

Por exemplo, se você gerou o aplicativo com o $ express sample-app, é possível ativar as instruções de depuração com o seguinte comando:


$ DEBUG=sample-app node ./bin/www

É possível especificar mais do que um namespace de depuração designando uma lista de nomes separados por vírgulas:


$ DEBUG=http,mail,express:* node index.js

Para obter mais informações sobre debug, consulte o debug.